O presente projeto, designado por «RDC@ITV – Roteiro para a descarbonização da ITV»,
visa o desenvolvimento de um roteiro para a descarbonização do Setor Têxtil e Vestuário
(STV), e, posteriormente, apoiar as empresas do setor na tomada de decisão
relativamente às tecnologias/medidas mais eficazes a adotar para cumprirem as metas
de neutralidade carbónica estabelecidas para 2050. Para isso, serão definidos os
principais vetores e trajetórias para a descarbonização do setor e desenvolvida uma
ferramenta que permitirá a determinação da pegada de carbono. Em função dessa
avaliação, e da tipologia da empresa, identificará quais as estratégias mais adequadas
para a sua descarbonização.

Número de Projeto | n.º 83
Programa financiador | Plano de Recuperação e Resiliência
Componente | C11: Desarborização da Indústria
Medida | R-2021-C11i01-01 – Apoio à elaboração de roteiros de descarbonização da indústria e capacitação
Investimento elegível | 500.000,00 €
Incentivo | 500.000,00 €
Data de início | 01/04/2023
Data de conclusão | 31/03/2025

O projeto RDC@ITV encontra-se estruturado em 8 Work Packages (WPs), distribuídos por 3 pilares essenciais, que por sua vez, cada WP divide-se em diferentes atividades específicas:

  1. Diagnóstico e Estudos Prévios
  2. Desenvolvimento e Validação
  3. Divulgação, Capacitação e Gestão.

Resultados esperados
O principal resultado deste projeto será o desenvolvimento de um roteiro para a descarbonização do STV. Espera-se ainda desenvolver uma ferramenta que permitirá a determinação da pegada de carbono individual de cada empresa do STV, que, em função dessa avaliação e da tipologia da empresa identificará quais as estratégias mais adequadas para a sua descarbonização.
Com a elaboração deste roteiro pretende-se também que o STV acompanhe as metas de descarbonização na indústria têxtil e do vestuário, o aumento da eficiência energética, a incorporação de energias renováveis previstas no Plano Nacional de Energia e Clima 2030 (PNEC 2030, BCSD, 2019) e que contribua para o país atingir a neutralidade carbónica em 2050, tal como previsto no RNC2050 (APA, 2019).

Consórcio
Constituído no âmbito da presente candidatura, é composto por 3 instituições de referência, cujas competências técnicas se complementam:
– CITEVE – Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário, que é a entidade líder do consórcio;
– ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal;
– ANIVEC/APIV – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confeção.